novelos soltos, emaranhados, organizados, escondidos, fiapos da vida......

novelos soltos, emaranhados, organizados, escondidos, fiapos da vida......
convido-os a desenrolar alguns fios reais e ficcionais

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

REAL - Ada Macaggi - nome de rua?

Você já ouviu falar no nome Ada Macaggi?
Se mora em Curitiba, provavelmente já viu este nome em algum endereço. 
Mas então é só isso? Um nome de rua?
Não...
Ada Macaggi foi uma poeta. Das boas.. e paranaense (de Paranaguá). (Paranaguá29 de março de 1906 – Rio de Janeiro12 de novembro de 1947).
Ela foi professora, musicista e escritora. Seu livro, Ímpeto, foi ilustrado por ninguém menos que Anita Malfatti!
Quer mais?
Esta é a capa do livro.
Esta é uma das ilustrações do interior do livro Ímpeto.

Suas principais obras:

1927 - Vozes Efêmeras
1933 - Taça
1947 - Êxtase (poesia), Arco-Iris (romance), Sangue Rico (poesia) Ímpeto (contos e poesia)

Um poema dela:

Conselhos 
Se, num rito de dor, teu rosto se transmuda 
da expressão natural de impassibilidade, 
busca dissimular teu sofrimento, estuda 
o modo de ocultar tua infelicidade 
Não proclames a dor que o sorriso te muda 
em pranto ardente; não atendas à piedade 
dos que consolação procuram dar-te. Iluda 
a sua compaixão, tua força de vontade. 
Guarda contigo mesma as lágrimas, querida 
não as mostres jamais, contêm-nas, se possível 
e ostenta à hipocrisia um semblante impassível 
 Seja a glória maior que te exalte a vida, 
essa de seres sempre altiva e superior, 

mostrando ser feliz dentro da própria dor! (MACAGGI, 1953, p. 184)


Uma fala dela:
Ada Macaggi dedicava-se à poesia, bem como à discussão de temas polêmicos e característicos daquela época:

Ah! Sou uma decidida e enthusiasta adepta do modernismo. Não posso mais supportar o mofo da Arte academica – Arte capenga, Arte myope. Arte avariada em todos os sentidos, mimado por 
ankylosamento doloroso. Tenho a impressão, vendo estes esthetas muito symetricos e muito lustrosos, de estar olhando para um procissão, de pachydermes gravibundos...(...) sou pelo espírito 
moderno. “Quero também renovação ou morte”! Os moços têm o dever de clamar pela modernidade, isto é, por uma guerra accesa ao espírito academico, que é um tremendo silicio a Arte livre, a Arte – originalidade, a Arte talento. As Academias – velhacoutos de mediocridades de toda a especie, “albergues nocturnos” de invalidos mentaes de toda a ordem – fixam os canones de uma Arte official, como as religiões fixam seus dogmas ... Quem não observar os canones acadêmicos, como não cumprir os dogmas religiosos – é um herege, um medíocre, um louco, um mullo... Isso é odioso. (...) Precisamos reagir contra isso. Precisamos esfarelar os ídolos de barro. (...) E isso tudo é modernidade. (MACAGGI, Ada. Vozes Ephemeras. Gazeta do Povo, Curitiba, 8 nov. 1926, p. 3)

Naquela época existiam muitos recitais, coisa que deveríamos retornar. Vejam uma chamada:

Os recitais – intensamente frequentados por mulheres e jovens escritoras – tornavam-se um espaço de arte e talento, legitimando a feminilidade pertinente à sua sexualidade: “Ada Macaggi, a 
jovem, delicada e emocional poetisa, que dentro em breve nos dará o seu primeiro livro de versos “Vozes Ephemeras”, vai realizar no próximo dia 11 do corrente, no Theatro Guayra, 
o seu recital de declamação”. (Gazeta do Povo, Curitiba, 04 mar. de 1927 p. 5)
 
Enfim, só quis aqui homenagear uma poeta paranaense que quase ninguém ouviu falar, mas que teve sua relevância no cenário curitibano. 
Importante: há, na UEM, um Centro de Documentação de Literatura de Autoria Feminina Paranaense. Vejam mais emhttp://sites.uem.br/cedoc-lafep/letra-a


Quer saber mais sobre a literatura feminina no Paraná, nos anos 30? Veja em http://sbhe.org.br/novo/congressos/cbhe3/Documentos/Individ/Eixo6/414.pdf

(todos os dados desta postagem foram retirados de vários sites da internet).

Um comentário:

  1. Oi, Susan, é o Mibielli, tudo bem? Preciso que você me faça um favor. Tenho como objeto de estudo uma outra paranaense cujo nome é Nenê Macaggi. Ao que me parece, parente próxima da Ada. Você tem dados de ambas que possa me fornecer?
    Abraços,
    Mibielli

    ResponderExcluir