novelos soltos, emaranhados, organizados, escondidos, fiapos da vida......

novelos soltos, emaranhados, organizados, escondidos, fiapos da vida......
convido-os a desenrolar alguns fios reais e ficcionais

terça-feira, 13 de maio de 2014

FICÇÃO - flâneur vol

Vento.
Disso ela se lembra.
Da boa sensação do vento passeando por todo o corpo, fazendo com que sua saia flutuasse ...
Quem disse que bruxa só voa com vassoura? 

Então se lembrou de sentar na cama, saindo do sonho no qual estava voando.
Sentou-se, abriu os olhos e viu que estava com seus sapatinhos vermelhos.

Este foi o primeiro estranhamento, na saída do sonho.
Depois, aos poucos... foi olhando ao redor.
E só então percebeu.
Que estava ali. Flutuando.

Desejou voltar ao sonho.
Mas já era tarde demais...


(Texto e foto: Susan Blum)


2 comentários:

  1. DI VI NA!!!! Em texto, imagem e alma. Beijo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha gostado, Josette. Farei outras mais. Fotos e textos.

      Excluir